Ministros propõem fundos para educação
Os ministros da Educação, Paulo Renato, e da Ciência e Tecnologia, Ronaldo Sardenberg, vão encaminhar ao presidente Fernando Henrique Cardoso, em 30 dias, propostas para a criação de incentivos à ciência e tecnologia. A intenção é suprir a carência de recursos na área. Os projetos vão usar como modelo o fundo criado para pesquisas no setor de petróleo que terá R$ 900 milhões em quatro anos, de acordo com uma estimativa do Ministério da Ciência e Tecnologia. Ele é capitalizado por meio de um percentual dos royalties na exploração do petróleo. ‘‘Nesse ano, serão usados R$ 150 milhões provenientes do fundo do petróleo que poderão ser aplicados em projetos na área de química e meio ambiente’’, disse Sardenberg.