Brasília, 03 (AE) - Em nota oficial assinada pelo ministro Élcio álvares e há pouco divulgada a respeito da agressão sofrida por fotógrafos por parte de soldados da Polícia do Exército durante as festividades da passagem do ano no Forte de Copabana, no último dia 31, o Ministério da Defesa "reitera, na íntegra, a nota" expedida pelo Comando Militar do Leste. Na sua nota, o Comando informa ter instaurado inquérito policial-militar para apurar os fatos.
É a seguinte a íntegra da nota do Comando Militar do Leste: "A propósito do ocorrido no Forte de Copacabana, no dia 31 de dezembro de 1999, por ocasião das comemorações da passagem de ano, envolvendo jornalistas e fotógrafos que cobriam o evento e militares e civis que participavam da organização do mesmo, o Comando Militar do Leste informa que foi instaurado, nesta data, um inquérito policial-militar (IPM) para apurar os fatos, de acordo com o previsto no art. 9º do Código de Processo Penal Militar (CPPM)".