Milão sobe 1,81%; Madri +1,36%; Telefónica +5,4%.2/Mar, 15:53 Milão, 02 (AE-DOW JONES) - A Bolsa de Milão fechou hoje (02) com o índice Mib-30 em alta de 901 pontos (1,81%), em 50.664 pontos. De acordo com operadores, o mercado teve um comportamento volátil, com algumas ações de telecomunicações e de mídia cedendo à realizações de lucros, enquanto que os investidores voltaram a comprar ações do setor de varejo e de alimentos. "Foi um dia bastante volátil. Vimos alguma realização de lucros em telecomunicações e mídia, mas houve uma forte recuperação das ações defensivas (varejo e alimentos)", disse um operador. No setor de telecomunicações, as ações da Telecom Italia fecharam em alta de 2,6%, as da Olivetti subiram 9,2% e as da Telecom Italia Mobile avançaram 1,9%. Entre as empresas de mídia as ações da Mediaset caíram 2,5%, as da holding HDP - proprietária de um jornal italiano - recuaram 3,0% e as da Expresso registraram perda de 2,0%. As ações da Seat Pagine Gialle fec haram em alta de 0,65%. No setor de varejo e alimentos, destaque para: Rinascente +12,0%, Coin +2,6% e Benetton +8,4%. As ações da Fiat subiram 2,80%, impulsionadas pelos novos rumores de uma possível fusão. Em Madri, o índice Ibex-35 fechou em alta de 170,90 pontos (1 36%), 12.709,60 pontos. De acordo com operadores, a Telefónica liderou a alta do mercado. As ações da Telefónica quebraram o nível de resistência de 30 euros e fecharam em 31,50 euros, com ganho de 5,4%. Esses papéis foram impulsionados pelo anúncio dos planos da companhia de lançar uma linha de negócios "revolucionária" dentro de dois meses. Já as ações da Telepizza subiram 31,0%, estimuladas pelos planos de Internet da empresa.