SAN CRISTOBAL DE LAS CASAS, México, 04 (AE-AP) - Quinze estrangeiros, entre eles oito norte-americanos, foram citados para interrogatório pelas autoridades mexicanas e poderiam ser expulsos por supostamente participarem de uma celebração de Ano Novo patrocinada por guerrilheiros zapatistas.
Entre os estrangeiros citados há italianos, argentinos e franceses, mas apenas três dos norte-americanos compareceram ao interrogatório, que duraram muitas horas. Os que não foram serão
provavelmente, automaticamente expulsos do país.
Entre os norte-americanos encontra-se Kerry Appel, cuja empresa compra café diretamente dos camponeses mexicanos pobres para que recebam melhores preços por seus grãos que os intermediários locais.
Os estrangeiros foram citados pelo Instituto de Imigração do México, cujos agentes disseram ter visto os estrangeiros assistindo a um festejo de Ano Novo em 31 de dezembro, organizado pelos zapatistas, na aldeia de San Andrés Larrainzar.