Mout Morris Township, EUA, 29 (AE-AP) - Um garoto de seis anos matou hoje (29) com um tiro uma colega, também de seis anos, na sala de aula de uma escola primária em Mount Morris Township, no Estado norte-americano de Michigan.
Segundo o chefe de polícia Eric King, o garoto atirou apenas uma vez durante uma aula na Escola Buell. De acordo com promotor Arthur A. Bush, ainda não está claro se o tiro foi acidental ou intencional, mas há informações de que as duas crianças teriam brigado ontem no playground da escola.
"Eu não gosto de você", teria dito o garoto a Kayla Rolland, de seis anos, antes de atirar em seu pescoço.
A garota morreu por volta das 10h30 (horário local), meia hora depois de ter levado o tiro, afirmou a porta-voz do Hurley Medical Center, Stephanie Motschenbacher.
Cerca de 22 alunos estavam na sala de aula no momento do incidente. As autoridades não sabem dizer como o garoto conseguiu entrar com a arma de calibre .32 na escola. Apesar disso, há informações de que a arma foi roubada em dezembro último e estava na casa do garoto.
"Pensei que fosse uma carteira caindo", contou Corey Sutton, de nove anos, referindo-se ao barulho do tiro.
A identidade do garoto foi mantida em sigilo. Ele está sendo mantido sob custódia da agência de bem-estar do menor estadual desde que disparou contra a colega de classe na Escola Buell, nas proximidades de Flint, a 100 quilômetros de Detroit.
Este é o mais recente de uma onda de tiroteios ocorridos nas escolas dos Estados Unidos, sendo que este é especialmente desconfortante devido à idade das crianças envolvidas.