|
  • Bitcoin 105.945
  • Dólar 5,2256
  • Euro 5,4851
Londrina

Geral

m de leitura Atualizado em 10/03/2022, 20:18

Meio Ambiente recolhe mais de 150 toneladas de entulhos em Cambé

Ação ocorreu em dois bairros da cidade e terá continuidade pelos próximos dias

PUBLICAÇÃO
quinta-feira, 10 de março de 2022

Reportagem local
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

A Secretaria de Meio Ambiente de Cambé (Região Metropolitana de Londrina) segue fazendo a limpeza das áreas públicas e terrenos baldios da cidade. Em dois bairros, já foram recolhidas mais de 150 toneladas de entulhos, como materiais de construção e móveis velhos que foram descartados irregularmente pela população. A ação começou na semana passada no Jardim Tupi, onde foram recolhidas 100 toneladas – 20 cargas de caminhão –, e continua nesta semana no Jardim Ana Rosa e, até nesta quinta-feira (10), terceiro dia de trabalho, já foram retiradas 50 toneladas de resíduos. O descarte irregular de resíduos é uma infração ao Código de Posturas do município, que pode gerar multa de, no mínimo, R$931,05, variando conforme a gravidade da ocorrência.

Imagem ilustrativa da imagem Meio Ambiente recolhe mais de 150 toneladas de entulhos em Cambé Imagem ilustrativa da imagem Meio Ambiente recolhe mais de 150 toneladas de entulhos em Cambé
|  Foto: Prefeitura de Cambé
 

Anderson Alves, diretor do Departamento Ambiental, explica que esses materiais foram retirados apenas das áreas públicos e dos terrenos baldios, onde a população costuma descartar restos de construções e móveis velhos. Segundo ele, a limpeza dessas áreas e o descarte apropriado dos resíduos deixa a cidade mais bonita e mais segura. “Isso evita a proliferação de vetores que podem transmitir doenças para as pessoas, como o mosquito da dengue, além de ajudar a controlar o número de insetos venenosos, como é o caso dos escorpiões”, explica.

Segundo a prefeitura de Cambé, a ação vai continuar nos próximos dias na região do Jardim Ana Rosa e a expectativa é de recolher mais 100 toneladas de entulhos. “Nós fazemos uma avaliação das regiões, porém a prioridade são os bairros com maior quantidade de resíduos”, explica. Mas, de acordo com Alves, a ação vai abranger todas as regiões da cidade nos próximos meses.