Punta del Este, Uruguai, 07 (AE-AP) - Diego Armando Maradona sofre de uma patologia cardiaca "grave", segundo avaliação feita hoje pelo especialista uruguaio Frank Torres, chefe da equipe que atende o ex-jogador no hospital Cantegrill, de Punta del Este. Maradona foi levado as pressas ao hospital na última terça-feira, com hipertensão e arritmia, resultado do consumo excessivo de drogas. O estado clínico atual do ex-jogador foi definido como de gravidade "intermediária" pelo médico.
Em entrevista coletiva, hoje, Torres assinalou que o "elemento agudo", pelo qual Maradona foi internado já "está solucionado e superado", mas "a patologia de fundo" requer cuidados especiais. Torres disse ainda que o astro argentino ainda não está em condições de prestar depoimento à polícia.