Maioria dos chilenos quer que Pinochet renuncie ao Senado3/Mar, 17:39 Santiago, 03 (AE-AP) - A grande maioria dos chilenos - 79% - deseja que o general Augusto Pinochet renuncie ao cargo de senador vitalício e 48,7% quer que ele seja julgado pelos tribunais do país pelos abusos cometidos durante o regime militar que liderou, revela uma pesquisa da Fundação Futuro. De acordo com a sondagem, divulgada pela revista Qué Pasa, 69,7% dos consultados acredita que, considerando o estado de saúde do ex- ditador, ele não será um político relevante durante o governo do presidente Ricardo Lagos, que toma posse no próximo sábado. Para 41,3% dos entrevistados, Pinochet mereceu o que passou - os 503 dias de prisão domiciliar em Londres -, mas 37,3% consideraram o episódio uma injustiça.