Londrina ultrapassa 8 mil casos e tem cinco novas vítimas da Covid-19

A cidade computou mais 166 casos e a ocupação da UTI SUS é de 84%

Pedro Moraes - Grupo Folha
Pedro Moraes - Grupo Folha

Londrina computou, nesta terça-feira (15) a morte de mais cinco pessoas vítimas da Covid-19, chegando ao total de 218 óbitos desde o início da pandemia. Foram três mulheres de 68, 79 e 82 anos, e dois homens de 47 e 81. Outros 166 novos casos também foram relatados, o que leva ao patamar de 8.159 infectados. Os dados são da Secretaria Municipal de Saúde.


Londrina ultrapassa 8 mil casos e tem cinco novas vítimas da Covid-19
Anderson Coelho / Arquivo Folha
 


O boletim que descreve a evolução da doença na cidade apontou ainda que atualmente há 268 pessoas contaminadas e 162 foram considerados curados. Entre os doentes, 171 pessoas estão em isolamento social, enquanto 97 precisam de internação hospitalar – 59 estão na UTI. Ainda aguardam resultados de exames 249 pessoas.




Atualmente a ocupação de leitos específicos para o tratamento da Covid-19, do SUS (Sistema Único de Saúde) é de 84%, o que representa 97 vagas, num total de 116 postos. Existem na cidade, 305 leitos de alta complexidade e 75% deles estão em uso – 229 pacientes. Vale ressaltar que a cidade é polo de atendimento na região da 17ª Regional de Saúde do Estado do Paraná.

 

ATENDIMENTO



A cidade oferece à população um serviço para tirar dúvidas sobre a virose através do telefone 0800-400-1234, que funciona de segunda a sexta, das 7h às 22h, e sábados e domingos, das 7h às 17h. As chamadas são gratuitas e podem ser feitas de telefone fixo ou celular. Aquelas pessoas que precisarem de atendimento deverão procurar uma das seis UBS (Unidades Básicas de Saúde) – Guanabara (Centro), Bandeirantes (Região Oeste), Ouro Branco (Região Sul), Chefe Newton e Maria Cecília (Região Norte), e Vila Ricardo (Região Leste) – que estão de portas abertas de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h. Já a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Jardim Sabará (Região Oeste) é exclusiva para problemas respiratórios e está funcionando 24 horas.

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito

Tudo sobre:

Últimas notícias

Continue lendo