ATUALIZAÇÃO -

Londrina possui três novos casos suspeitos de coronavírus

Todos os pacientes tiveram material recolhido e estão em isolamento domiciliar

Pedro Marconi e Victor Struck - Grupo Folha
Pedro Marconi e Victor Struck - Grupo Folha

Londrina possui três novos casos suspeitos de coronavírus
Lalo de Almeida/Folhapress
 


A Sesa (Secretaria da Saúde do Paraná) divulgou um novo balanço que aponta para quatro casos suspeitos de coronavírus sendo monitorados em Londrina. As atualizações das novas suspeitas e os resultados dos exames vêm sendo divulgados diariamente pelo governo do Estado e, segundo o balanço desta quinta-feira (5), três novos casos entraram na lista. Em todo o Paraná, são 20 pacientes que retornaram de países da Ásia e Europa sendo monitorados.   


Os três novos casos de Londrina correspondem a duas mulheres, de 20 e 28 anos, e um homem de 36. Os três retornaram dos Estados Unidos, país que já registra 11 mortes pela doença. 




A mulher de 28 anos viajou para Boston, onde ficou por dez dias, apresentando os sintomas em dois de março. Ela procurou uma unidade de saúde particular no dia quatro, quando os materiais foram colhidos e enviados, nesta quinta-feira, para o Lacen (Laboratório Central do Paraná). 


Já a outra mulher, de 20 anos, e o homem de 36 são um casal, que esteve em Seattle e teve sintomas em 3 março, indo até uma instituição de saúde particular no mesmo dia. Todos estão isolados em casa e sendo acompanhados pela Secretaria Municipal de Saúde. 


No início desta semana, a Secretaria Municipal de Saúde de Londrina anunciou a primeira suspeita do município, uma jovem de 28 anos que retornou da Alemanha e foi encaminhada para o HU (Hospital Universitário). O material mandado para o Lacen deu negativo para Influenza, com a segunda coleta sendo direcionada para o Instituto Adolfo Lutz, em São Paulo (SP), uma das instituições credenciadas pelo Ministério de Saúde para analisar casos do Covid-19. 


Segundo o secretário de Saúde em Londrina, Felippe Machado, clinicamente existe a hipótese de que a primeira suspeita, da paciente de 28 anos, possa estar com sarampo. “Ela teve alteração na febre e manchas pelo corpo”, apontou.  


Desde o início do monitoramento no Estado, nove casos suspeitos já tiveram o diagnóstico descartado para o novo coronavírus. Por enquanto, o Paraná não possui nenhum caso confirmado. No entanto, nesta quinta-feira, o Ministério da Saúde afirmou que o Brasil possui oito casos confirmados, mas nenhuma morte. 


SEM PÂNICO

Médico infectologista, Fábio Guedes ressaltou que o momento não é para pânico e que as pessoas devem se atentar para os boatos. “São poucos casos num intervalo relativamente grande de tempo em Londrina e no Brasil. Futuramente, terão mais casos confirmados no País e, provavelmente, na cidade, porque trata-se de uma gripe. É uma gripe que tem mortalidade de 2%, menor que a Influenza, que foi na epidemia de 2009." 


A transmissão do coronavírus é por gotículas respiratórias e em até dois metros de distância. Uma pessoa infectada, por exemplo, tem  capacidade média de transmitir a doença para até três indivíduos.


“A orientação é a higiene de mãos, tossir e espirrar no braço. Se pegar nos objetos, fazer higiene das mãos, porque as gotículas ficam aderidas aos objetos, paredes e mesas”, indicou o especialista, que atua na Secretaria Municipal de Saúde. 





Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito

Tudo sobre:

Últimas notícias

Continue lendo