Assine e navegue sem anúncios [+]

Londrina começa a aplicar a terceira dose da vacina

Cerca de 4 mil pessoas entre idosos com mais de 70 anos e pacientes imunossuprimidos receberam o reforço vacinal contra a Covid-19 neste final de semana

Marcos Roman - Grupo Folha
Marcos Roman - Grupo Folha

O início da imunização com a terceira dose de vacina contra a Covid-19 em Londrina foi recebida com uma sensação de alívio por idosos acima de 70 anos e pacientes imunossuprimidos, primeiros grupos da cidade atendidos pela nova orientação do Ministério da Saúde. Quatro mil vagas para agendamento foram abertas pela prefeitura no último final de semana. A estimativa é que seis mil pessoas recebam o reforço vacinal até a próxima terça-feira (28). 


 

Londrina começa a aplicar a terceira dose da vacina
Vivian Honorato / N. Com
 

 

O movimento na tarde de domingo (27) foi tranquilo no Centro de Imunização da Zona Norte, local onde as aplicações de reforço foram realizadas sendo feitas. “Eu já havia sido vacinado entre fevereiro e março com doses da Coronavac. Receber essa terceira dose da vacina é uma garantia a mais de que estaremos com a imunidade mais forte contra essa doença”, afirmou o agricultor Maurílio Piubelle, de 83 anos. “É um alívio não apenas para quem está recebendo a terceira dose, mas para a família toda, que pode respirar com um pouco mais de tranquilidade”, destacou a aposentada Aparecida Eguedes, que acompanhou a vacinação da mãe Helena Fardim, de 89 anos.  


O agendamento para receber a terceira dose da vacina foi aberto pela prefeitura na noite de terça-feira (21). Neste primeiro momento o imunizante foi liberado para idosos com mais de 70 anos que tomaram a segunda dose há pelo menos seis meses e pessoas imunossuprimidas - que são aquelas que possuem algum tipo de deficiência imunológica - e que tomaram a segunda dose há pelo menos 28 dias. Integrantes desses grupos que tomaram a segunda dose depois desta data terão de aguardar a chegada de novas remessas de vacinas para fazer o agendamento. 


De acordo com um levantamento divulgado pela Prefeitura de Londrina, aproximadamente 45 mil idosos com mais de 70 anos tomaram a primeira e a segunda doses da vacina contra o novo coronavírus em Londrina. Entretanto, apenas 6 mil pessoas desse grupo vão receber a dose de reforço nos próximos dias, quando serão liberados mais horários de agendamento. A expectativa é que até a próxima terça-feira (28) os primeiros idosos e imunossuprimidos aptos a se vacinar na cidade estejam completamente imunizados com a dose de reforço. 


A aplicação da terceira dose em Londrina está sendo feita exclusivamente com vacinas da Pfizer. “As notas técnicas do Ministério da Saúde colocam que o imunizante de terceira dose, para ser utilizado pelos municípios, serão da Pfizer, indiferente da marca que a pessoa tenha tomado como primeira e segunda doses”, informou o secretário municipal de Saúde, Felippe Machado.  


Além da liberação de novos agendamentos que poderão ser feitos pelo portal da Prefeitura de Londrina (www3.londrina.pr.gov.br/), a Secretaria Municipal de Saúde também deu início neste final de semana à aplicação da terceira dose em idosos com mais de 70 anos que se cadastraram como acamados e nos que residem em Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPIs) da cidade. A estimativa é que cerca de 500 idosos destas instituições sejam vacinados nesta etapa.  

  

Dúvidas sobre o agendamento ou cadastro para vacinação podem ser obtidas pelo e-mail [email protected], pelas redes sociais da Secretaria de Saúde, como o Instagram (@saudelondrinaoficial) e o Facebook (www.facebook.com.br/saudelondrinaoficial). Ao entrar em contato é necessário informar o CPF e descrever a situação. Também é possível telefonar para o número (43) 3372-9825, de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h. 

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito
Assine e navegue sem anúncios [+]

Últimas notícias

Continue lendo