Assine e navegue sem anúncios [+]

Londrina afirma ter estrutura para receber vacina da Pfizer

Belinati diz que tentará liberação do imunizante com o Ministério da Saúde; cidade registrou 5.355 em abril

Reportagem local
Reportagem local

A prefeitura de Londrina apresentou um balanço do número de infectados pela Covid-19 no mês de abril. Foram 5.355 pessoas doentes, um número inferior a março, que registrou 8.121 doentes. A secretaria municipal de Saúde divulgou em seu boletim, neste domingo (2), 92 novos infectados e dois óbitos – um homem de 22 anos e uma mulher de 70. A totalização dos casos desde o início da contagem já aponta que 51.372 pessoas já foram infectadas e 1.249 morreram em decorrência da virose.


 

Londrina afirma ter estrutura para receber vacina da Pfizer
Luis Robayo / AFP
 


Em uma transmissão na internet, o prefeito Marcelo Belinati (PP) afirmou que a cidade está preparada para receber a vacina da Pfizer/BioNTech. O imunizante requer armazenamento com freezers especiais. “Encaminharemos um ofício nesta segunda-feira (3), ao ministério da Saúde para informar que temos o equipamento necessário. Isso é preciso porque por enquanto foi informada que esta vacina só será enviada para as capitais”, disse Belinati.


A média de casos nos últimos sete dias é de 133 novos doentes. O documento ainda informa que há 800 casos ativos notificados na cidade, sendo que 527 estão em isolamento domiciliar e 273 pessoas precisam de cuidados hospitalares, sendo que 122 delas estão em unidades de tratamento intensiva. Há duas crianças internadas em UTI em tratamento da Covid-19.


A capacidade de ocupação das UTIS do SUS (Sistema Único de Saúde) é de 92%, o que significa que 132 das 146 vagas estão atendendo pessoas que apresentam quadro sintomático com gravidade da Covid-19. A rede pública também mantém uma média alta para as enfermarias, com 66% de uso, o que representa há 127 internados, num total de 196 vagas.


A situação de toda a rede da cidade, incluindo os Hospitais particulares, apontam outro cenário. As vagas gerais de enfermaria – para todas as outras doenças – estão com 56% ocupadas. No total são 1209, sendo que 672 atentem a algum paciente no momento. Já as UTIs gerais têm 83% de lotação, 273 com pacientes, num universo de 339 postos.


A cidade, que é o centro de atendimento da região da 17ª Regional de Saúde do Estado do Paraná, está com a incidência de doentes por milhão de habitantes é maior que a nacional. São 90.168,55 contra 70.074,60. Ainda aguardam resultados de testes 25 pessoas. O município até agora já realizou 160.384 testes para atestar pessoas que tinham suspeita da infecção pelo coronavírus.


Receba nossas notícias direto no seu celular, envie, também, suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link wa.me/message/6WMTNSJARGMLL1.

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito
Assine e navegue sem anúncios [+]

Últimas notícias

Assine e navegue sem anúncios [+]

Continue lendo