Lodo de barragem pode ser causa de mortandade no Tietê3/Mar, 17:59 Porto Feliz, SP, 03 (AE) - A liberação do lodo acumulado no fundo de uma das barragens localizadas à montante do município de Salto, a 100 quilômetros de São Paulo, pode ser a causa da mortandade de peixes ocorrida entre a noite de ontem e a tarde de hoje, no Rio Tietê. Segundo técnicos da Cetesb, o material contém metais pesados e é considerado tóxico e altamente poluente. Sua liberação ocorre com a abertura dos drenos de fundo das barragens. A operação só é autorizada em situações especiais e é realizada com rigoroso acompanhamento ambiental. De acordo com a Cetesb, as empresas que administram as barragens não tinham autorização para proceder a manobra causadora do desastre ecológico. A barragem onde teria ocorrido a "lavagem" do fundo já foi identificada, mas o órgão vai aguardar o resultado dos exames da água coletada no rio para autuar os responsáveis. Os laudos ficam prontos quinta-feira. Embora sem ter condições de precisar a quantidade de peixes mortos, técnicos da Cetesb confirmaram que a mortandade é uma das mais graves ocorridas no Tietê nos últimos dez anos.