Brasília, 12 (AE)- O líder do PSDB na Câmara, deputado Aécio Neves (MG), orientou a sua bancada a pedir vistas à proposta de emenda constitucional que regulamenta a edição de medidas provisórias, durante sessão, nesta manhã, da Comissão de Constituição e Justiça, que deverá discutir a admissibilidade da matéria.
A intenção do líder é adiar a votação até que se chegue a um acordo sobre a matéria. "Acordo se faz durante a tramitação", disse Neves, acrescentando que não há prazo regimental para a aprovação da proposta, durante a convocação extraordinária do Congresso. O PSDB discorda do texto como foi aprovado no Senado, sob o argumento de que as restrições às MPs dificultam a governabilidade. Aécio Neves, que participa neste momento de uma reunião de líderes com o presidente da Câmara, Michel Temer, para discutir a pauta de votação, está certo de que o governo poderá ter até 330 votos favoráveis à criação da Desvinculação de Receitas da União (DRU) que deverá ser colocada em votação na sessão de hoje à tarde. Para a aprovação da proposta serão necessários 308 votos.