Justiça reintegra vereador em Avaré


Justiça reintegra vereador em Avaré9/Mar, 15:12 Por Jair Aceituno, especial para a Agência Estado Avaré,SP, 9 (AE) - O vereador Rogélio Barchetti (PSDB), que teve seu mandato cassado no último dia 26, foi reintegrado hoje ao cargo, por ordem do juiz Nacoul Badoui Sahyoun, da 3ª Vara local, que julgou procedentes as razões do mandado de segurança, onde o vereador alega cerceamento de defesa. Além de mandar o cassado de volta ao seu lugar na Câmara, o magistrado ainda determinou a remessa de peças do processo para a abertura de inquérito contra o presidente da Câmara, vereador Duilio Contrucci Gambini (PFL) e os presidentes das comissões processantes, por crime de desobediência. Barchetti e a sua colega de partido, Marialva Biazon já haviam sido punidos no dia 29 de novembro, quando a Câmara instaurou contra eles o processo de cassação por falta de decoro parlamentar, pedido pelo prefeito Joselyr Benedicto Silvestre (PPB) e pelo vice-prefeito Hélio Pimentel. Ambos questionaram a idoneidade do governo municipal e por isso foram afastados do cargo pela maioria situacionista da Câmara. Dias depois foram reintegrados pela justiça e, no despacho que os recolocou em seu cargo, o juiz determinou que tanto os vereadores como seus advogados deveriam ser intimados separadamente de todos os atos da comissão de cassação. Durante o julgamento, no final do mês passado, Marialva foi absolvida e Barchetti cassado, mas seu advogado, Luiz Carlos Dalcim não foi intimado para a sessão de julgamento. Isso produziu a nulidade do ato e motivou o inquérito contra os executores por desobediência a ordem judicial. _________________________________________________________

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito

Últimas notícias

Continue lendo