Darmstadt, Alemanha, 29 (AE-AP) - A Justiça alemã estava analisando hoje (29) a possibilidade de abrir uma acusação por assassinato contra três adolescentes norte-americanos que jogaram pedras de cima de uma passarela de pedestres em carros que passavam em uma rodovia, causando a morte de dois motoristas e ferimentos em quatro passageiros.
Os três jovens foram detidos ontem à noite por policiais militares alemães e norte-americanos na área residencial Lincoln
pertencente à base do Exército dos EUA Cambrai Fritsch, próxima a Darmstadt, ao sul de Frankfurt.
Segundo o porta-voz da polícia de Darmstadt, Heiner Jerofsky, todos os três adolescentes - de 14, 17 e 18 anos - confessaram durante os depoimentos ter jogado grandes pedras contra os carros na noite de domingo.
Em um comunicado emitido pela embaixada norte-americana em Berlim, o secretário de Defesa dos EUA, William Cohen, afirmou sentir-se "chocado e triste" pelo "trágico acidente" e prometeu cooperar com as investigações.