Brasília, 01 (AE) - A professora Iris Luzia Solano, irmã mais nova do governador do Distrito Federal, Joaquim Roriz, morreu hoje, às 12h15, em consequência de um acidente provocado pela hélice do helicóptero que a transportava. Iris participava de uma missa para a reinauguração da residência oficial de águas Claras, mas saiu no meio da celebração para buscar uma imagem de Nossa Senhora na casa do governador Roriz, no bairro Park Way. Ao descer do aparelho, Iris tentou contornar a aeronave, mas foi atingida pelo hélice do rotor.
Iris tinha 52 anos e era casada com o jornalista Luiz Solano
com quem teve três filhos. A irmã do governador entrou em contato com a segurança da residência de águas Claras e embarcou com o sargento Davino no helicóptero Esquilo B2, prefixo PT-HZQ, pilotado pelo comandante Wagner. Quando o helicóptero aterrissou no heliporto no fundo da residência particular do governador, depois de três minutos de vôo, Iris desceu pelo lado errado e foi atingida.
De acordo com a Assessoria de Imprensa do governador, o comandante tentou avisá-la, mas não foi possível por causa do barulho do aparelho. A professora utilizou o helicóptero da empresa que está prestando serviços ao governador porque, segundo a Assessoria de Roriz, as aeronaves do governo estão em manutenção. O governador foi avisado sobre o acidente quinze minutos depois.
O corpo está sendo velado na igreja Nossa Senhora de Fátima e o sepultamento está marcado para amanhã (02), às 10 horas, no cemitério Campo da Boa Esperança.