PRIMEIRA ETAPA -

HU de Maringá ativa 10 leitos de UTI em nova ala


Reportagem local
Reportagem local

O Hospital Universitário Regional de Maringá (HUM) ativou os 10 primeiros leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) em sua nova ala. Esta é a primeira etapa de funcionamento da nova ala, que terá 108 leitos e vai dobrar a capacidade de atendimento da unidade hospitalar. O Governo do Estado, por meio da Secretaria da Saúde, investe R$ 15,3 milhões. São R$ 7,8 milhões para custeio, nos próximos seis meses; e R$ 7,5 milhões, para a compra de equipamentos, mobiliário e insumos médicos. Além de ter repassado a estrutura necessária para a habilitação das 10 unidades de terapia intensiva.


Durante a pandemia do novo coronavírus, os 108 leitos da nova ala do HUM serão exclusivos para o atendimento de pacientes com suspeita ou infectados pela Covid-19. Posteriormente, será usada para o atendimento dos pacientes que necessitarem de cirurgias ou para os casos de traumas, urgência e emergência. “Esta ala será um importante legado do atual governo para o atendimento de média e alta complexidade para os moradores das trinta cidades da região da Amusep”, reforça o presidente a Amusep, prefeito de Mandaguari, Romualdo Batista, o Batistão.





Prioridade


Presidente da Amusep, Gestão 2019, o prefeito de Atalaia, Fábio Fumagalli Vilhena de Paiva, ressalta que a habilitação e ativação da nova ala do HUM já era tratada como prioridade da Associação antes da pandemia. “No início do ano passado, estreitamos nosso relacionamento com a UEM (Universidade Estadual de Maringá, mantenedora do Hospital Universitário), e passamos a atuar em parceria na questão do desenvolvimento regional e na área da Saúde. Fizemos várias gestões junto ao Governo do Estado, que reconhece o importante papel desempenhado pelo HU para o atendimento dos moradores das nossas cidades”, afirma.


André Luís Bovo, prefeito de São Jorge do Ivaí, presidente da Amusep, Gestão 2018, comenta que o HUM é o hospital de referência para uma população estimada em cerca de 500 mil habitantes. “Ampliar a capacidade de atendimento do Hospital Universitário supre uma demanda antiga, conquistada graças ao apoio pessoal do governador Ratinho Júnior, e do secretário Beto Preto”, comenta.


União


O presidente do Consórcio Público Intermunicipal de Gestão da Amusep (Pró-Amusep), prefeito de  ngulo, Rogério Aparecido Bernardo, cita que o Paraná tem sido destaque no enfrentamento à pandemia, porque segue as normas técnicas recomendadas pela Secretaria de Estado da Saúde e porque os gestores municipais trabalham em sintonia com as orientações do governador Ratinho Júnior. “As ações conjuntas, planejadas e coordenadas, apresentam os resultados esperados pelas pessoas que dependem do SUS (Sistema Único de Saúde) e de outros serviços públicos para melhorar a qualidade de vida deles”, declara.




De acordo com o reitor da UEM, professor Júlio César Damasceno, e para superintendente do HUM, doutora Elisabete Mitiko Kobayashi Wilson, a ativação da nova ala é mais uma de uma série de conquistas que a parceria com a Amusep vai alcançar nos próximos anos. “Vamos continuar a buscar soluções conjuntas para os nossos problemas comuns”, frisam.

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito

Últimas notícias

Continue lendo