São Paulo, 11 (AE) - O presidente Fernando Henrique Cardoso disse há pouco que é um engano pensar que a guerra fiscal traz benefícios a algum estado. "A guerra fiscal só tem causado uma competição em benefício de empresários e prejudica o Tesouro e a população", afirmou. Ele disse que espera que ainda hoje se chegue a um entendimento na comissão especial da Câmara sobre a reforma tributária, para coibir a guerra fiscal. Ele lembrou que tratou do assunto na reunião que teve ontem com os ministros. "Eu fiz um esforço grande para que nós nos aproximassemos da posição dos deputados no sentido de que houvesse um entendimento", afirmou o presidente. Ele acrescentou: "Eu tenho confiança de que ainda nessa convocação extraordinária seja possível votar, na comissão pelo menos, um texto básico de reforma tributária."