Nova York, 10 (AE-DOW JONES) - Na prática, a fusão entre a America OnLine Inc. e a Time Warner Inc. vai consistir na compra da segunda pela primeira. A associação entre as duas empresas, para criar a AOL Time Warner Inc., será concretizada depois que os acionistas de ambas trocarem suas ações pelas da nova companhia.
Os acionistas da AOL receberão uma ação da nova empresa para cada ação da AOL que possuírem; os da Time Warner receberão 1,5 ação da nova empresa para cada ação que possuírem.
Na prática, os acionistas da Time Warner estarão recebendo um prêmio para abrir mão de suas ações. As duas empresas anunciaram que o valor da fusão será de US$ 350 bilhões, mas não esclareceram como chegaram a esse número.
Segundo a agência Dow Jones, pelos níveis de fechamento das ações na sexta-feira passada, o valor de capitalização de mercado da AOL era de US$ 171,3 bilhões (2,35 bilhões de ações circulando, com preço de fechamento de US$ 72,875); o valor de capitalização de mercado da Time Warner para efeito de fusão, de US$ 164 bilhões, é alcançado multiplicando o preço das ações da AOL no fechamento da sexta-feira pelo número de ações da Time Warner no mercado (1,5 bilhão) e pela taxa de conversão acertada pelas duas empredas (1,5).
Com isso, o valor de capitalização de mercado da nova empresa, nos termos do acordo de fusão e usando o preço de fechamento da sexta-feira passada, seria de US$ 335 bilhões. Quanto ao valor da aquisição propriamente dita, a Dow Jones fez uma estimativa de US$ 181,8 bilhões: os US$ 164 bilhões correspondentes ao valor de capitalização da Time Warner, mais a dívida da empresa, estimada em US$ 17,8 bilhões em 30 de setembro.
Por esse critério, a transação anunciada hoje é a maior de todos os tempos envolvendo companhias do setor de mídia ou de internet.
A lista inclui a compra da Tele-Communications Inc. pela AT&T por US$ 69,9 bilhões, anunciada em junho de 1998; a compra do Mediaone Group pela AT&T por US$ 63,1 bilhões, anunciada em abril de 1999; a aquisição da CBS Corp. pela Viacom, por US$ 40 9 bilhões, anunciada em setembro de 1999; a divisão do grupo US West, no valor de US$ 31,7 bilhões, anunciada em outubro de 1997; a compra da AMFM Inc. pela Clear Channel Communications, por US$ 21,8 bilhões, anunciada em outubro de 1999; a compra da Capital Cities/ABC pela Walt Disney Co., por US$ 18,3 bilhões, anunciada em fevereiro de 1995; a fusão entre a Time Inc. e a Warner Communications, no valor de US$ 15,1 bilhões, anunciada em março de 1989; a fusão entre o grupo de mídia da US West com a Continental Cablevision, no valor de US$ 10 bilhões, em fevereiro de 1996; e a compra da TV Guide Inc. pela Gemstar International por US$ 9,6 bilhões, em outubro de 1999.