Brasília, 12 (AE) - O ministro-chefe do gabinete de Segurança Institucional, general Alberto Cardoso, anunciou hoje que as Forças Armadas deixarão entre os dias 20 e 30 o chamado Polígono da Maconha, em Pernambuco. Mas integrantes da Polícia Federal e das polícias locais continuarão a atuar no combate ao plantio de maconha e ao narcotráfico. As Forças Armadas decidiram retirar as tropas do local porque, segundo o ministro, há indícios de um clima de segurança na região.
Cardoso revelou que a ação dos policiais deixará de ser chamada de Operação Mandacaru. A nova denominação será Projeto Mandacaru. Segundo o ministro, a ação permanente na região é importante pois envolve uma área estratégica. Ele citou duas medidas que serão adotadas em breve. Será instalada em Salgueiro uma delegacia da Polícia Federal e em Petrolina será criada uma Superintendência Especial do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra).