"Folia no Ar" reúne 400 pára-quedistas em Boituva3/Mar, 14:02 Por José Maria Tomazela Boituva, SP, 3 (AE) - Pára-quedistas de todo o País começaram a chegar hoje(3) ao Centro Nacional de Pára-Quedismo, em Boituva, a 115 quilômetros de São Paulo, para o tradicional "boogie" do Carnaval. De amanhã a quarta-feira, "do nascer ao pôr do sol", como disse o presidente do centro, Wlamir Lázaro, eles realizarão saltos ornamentais, acrobáticos e competitivos, usando fantasias e roupas coloridas. O primeiro encontro foi realizado em 1980 e, a partir de então, o número de participantes só aumentou. "É o maior evento desse tipo na América Latina e vão participar também atletas da Argentina, Paraguai, Uruguai, Chile Alemanha, Inglaterra e Estados Unidos", disse Lázaro. Entre os atletas, destacam-se o francês Eric Fradet, com 20 mil saltos, atual campeão mundial de Skysurf; Olav Zipser, da Alemanha, com 13.500 saltos, inventor do Free-Fly, e o brasileiro Rogério Martinatti, campeão brasileiro de TR-4 e recordista mundial de formação em queda livre. Nove aeronaves, entre elas um Búfalo da Força Aérea Brasileira (FAB), com capacidade para 32 pára-quedistas, três balões e um helicóptero serão usadas no lançamento dos atletas. Os participantes prometem dar espetáculo, realizando coreografias carnavalescas no ar. O encontro, que tem o apoio da prefeitura local, é aberto ao público, com entrada franca. O organizador James Dean calcula que devem passar pelo centro cerca de três mil pessoas por dia. Segundo ele, instrutores de várias escolas de pára-quedismo estarão a postos para atender os interessados em experimentar um salto duplo. O custo é de aproximadamente R$ 260,00, incluindo o salto com instrutor, filmagem e fotos. "A pessoa recebe o filme e as fotos na hora" disse. O treinamento é feito ali mesmo, cerca de 15 minutos antes da decolagem para o salto. O acesso ao centro de pára-quedismo fica no km 114 da Rodovia Castelo Branco.