Ligia Barroso
De Londrina
A Folha se uniu ao grupo que tem mais de 20 anos de experiência em concursos vestibulares em todo o País para orientar os candidatos do Paraná sobre tudo o que poderá acontecer no Vestibular Verão 2000. Na Universidade Estadual de Londrina (UEL) e na Universidade Estadual de Maringá (UEM), as provas serão realizadas no período de 9 a 12 de janeiro.
Os simulados Folha/Seta Fundamental começam a ser publicados na terça-feira, 4 de janeiro, no caderno Folha Cidades. Até quinta-feira, dia 6, o jornal publica mais de 400 questões com enfoques variados, levando em consideração propostas diversificadas e apresentadas por exames de diferentes instituições.
Elaborados pela equipe pedagógica do Seta-Sistema de Ensino, em parceria com professores londrinenses do curso e colégio Seta/Fundamental, o ‘‘simuladão’’ traz testes para desafiar o conhecimento de quem estudou e, ao mesmo tempo, ajudar na preparação dos candidatos que ainda têm dúvidas às vésperas do concurso. Através dos gabaritos publicados no dia seguinte a cada um dos testes, os vestibulandos terão condições de avaliar o quanto estão preparados para as provas.
Na terça-feira, o simulado Folha/Seta Fundamental traz as questões de química e biologia, os testes de língua portuguesa e orientação para a prova de redação. Dia 5, questões de matemática e física. No último ‘‘simuladão’’, na quinta-feira, testes para as provas de língua estrangeira, história e geografia.
O jornal também vai publicar, na sexta-feira, dia 7, edição especial da tradicional Folha Vestibular, que trará também o último gabarito do simulado – o teste publicado na quinta – e um roteiro completo de todas as faculdades e universidades do Paraná que ainda realizam exames ou estão com inscrições abertas para os concursos de janeiro e fevereiro.
O grupo Fundado em 1977, em São José do Rio Preto (SP), o atual Grupo Seta-Sistema de Ensino nasceu como curso preparatório para o vestibular. Do cursinho criado há 22 anos, ganhou destaque e projeção. Hoje, oferece cursos em todos os níveis – desde a pré-escola até o ensino de segundo grau.
Os 12 mil alunos das 16 escolas próprias, localizadas em diferentes cidades dos estados de São Paulo e Paraná, formam parte do Grupo Seta que, desde o início do ano passado, firmou parcerias com outras 26 escolas brasileiras. Desde então, são mais 14 mil alunos que recebem o mesmo know-how didático e tecnológico oferecido pelo conselho pedagógico.