|
  • Bitcoin
  • Dólar
  • Euro
Londrina

Geral 5m de leitura Atualizado em 01/11/2021, 08:29

Flexibilização da pandemia motiva aumento na procura por passaportes

Segundo a Polícia Federal, crescimento na busca pelo documento foi mais significativo nas últimas três semanas

PUBLICAÇÃO
sexta-feira, 29 de outubro de 2021

Lucas Catanho – Especial para a FOLHA
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

A flexibilização da pandemia vem incentivando o aumento na procura por passaportes na PF (Polícia Federal) do Paraná. Segundo a PF, o movimento cresceu gradualmente desde o início do ano, mas nas últimas três semanas aumentou de maneira substancial no Estado.  

Imagem ilustrativa da imagem Flexibilização da pandemia motiva aumento na procura por passaportes
|  Foto: iStock
 

Se for calculada a média de passaportes emitidos ao mês neste ano em comparação ao ano passado, o número de documentos já é quase 10% maior no Paraná. Neste ano, de janeiro a setembro, foram 6.005 passaportes emitidos, em média, ao mês. No ano passado, a média mensal de emissão ficou em 5.474 documentos.  

Em todo o ano passado, a Polícia Federal do Paraná emitiu 65.694 passaportes. Neste ano, até o final de setembro, foram emitidos 54.048 documentos.  

O efeito da pandemia foi imediato na queda da emissão de passaportes no Estado. Em 2019, a Polícia Federal emitiu 188.702 documentos. No ano posterior, quando começou a pandemia, foram mais de 65 mil – queda de 65%  

Até 2015, a validade máxima de um passaporte era de cinco anos. A partir de então, a validade máxima passou a ser de 10 anos, variando de acordo com o tipo de passaporte e com a idade do titular no momento do atendimento de solicitação.  

RENOVAÇÃO  

A empresária Alice Daineze conta que não teve dificuldade para tirar o passaporte
A empresária Alice Daineze conta que não teve dificuldade para tirar o passaporte |  Foto: Arquivo Pessoal
 

A empresária Alice Daineze agendou para renovar o passaporte no final de julho por meio do site da Polícia Federal. Segundo ela, não havia muita sobrecarga de datas para fazer o procedimento. “Eu entrei no site para agendar e consegui marcar para duas semanas depois”, relembra.  

Moradora de Santo Antônio da Platina (Norte Pioneiro), Daineze foi a Londrina no dia 30 de julho para coletar novamente as digitais, tirar uma nova foto e conferir os dados. “Foi tudo muito rápido, não demorou nem 10 minutos”, diz. A taxa paga para renovar o passaporte foi de R$ 257,25.  

Em 10 de agosto, menos de duas semanas depois, o novo passaporte já havia sido expedido. Como Daineze mora em outra cidade e somente ela poderia ir buscar o documento, a empresária pegou o passaporte no dia 23 de setembro. “Agora já está tudo certo. Renovei meu passaporte porque estava vencido e pretendo ir viajar com o meu namorado em 2022 para a Califórnia”, conclui.  

Fila para visto demora mais de 1 ano  

O calendário de entrevistas para obter o visto americano, necessário para viajar para os Estados Unidos, está sem datas disponíveis até dezembro de 2022. A retenção é gerada pelo fechamento dos consulados americanos no Brasil por causa da pandemia.   

Apesar da notícia de reabertura das fronteiras dos Estados Unidos a partir de 8 de novembro, os consulados têm dificuldades para dar conta da demanda.   

A Embaixada americana diz que no próximo mês os vistos voltarão a ser emitidos, mas não informou novas datas para entrevistas que ainda serão marcadas.  

Antes de os consulados fecharem por causa da pandemia, a espera entre o agendamento e a entrevista, necessária no processo de obter o visto, durava, em média, 15 dias. Agora, quem deseja viajar ao país e precisa obter ou renovar o documento precisa aguardar até 1 ano e 2 meses. A exceção fica para os vistos de estudantes e de pessoas em situações emergenciais.  

O CDC (Centro de Controle e Prevenção de Doenças) dos Estados Unidos orientou que todas as vacinas aprovadas pela OMS (Organização Mundial da Saúde) devem ser aceitas no país.  

Retomada será em 8 de novembro  

Os Estados Unidos vão retomar a emissão de vistos para brasileiros, anunciou na terça-feira (26) a embaixada americana em Brasília. Haverá abertura de novas vagas para agendamento de entrevistas ainda neste ano, mas a fila de espera para agendamentos deve "aumentar muito", disse Antonio Agnone, chefe da seção consular da embaixada americana. As entrevistas serão retomadas a partir de 8 de novembro.  

A emissão de novos vistos esteve praticamente interrompida desde maio de 2020, por conta da pandemia da Covid-19.   

Com o avanço da doença em território brasileiro, os americanos estabeleceram restrições para viajantes provenientes do país – entre elas a proibição de entrada para quem tivesse passado pelo Brasil nas últimas duas semanas antes do ingresso nos EUA. (Com Folhapress)  

Imagem ilustrativa da imagem Flexibilização da pandemia motiva aumento na procura por passaportes
 

SERVIÇO  

Para requerer o passaporte, é necessário preencher o protocolo na internet (gov.br), pagar a guia, agendar e se dirigir ao posto da Polícia Federal escolhido, com os documentos necessários.   

No local, serão feitas a fotografia e a coleta de digitais. Depois de pronto o documento, a pessoa retorna ao posto para retirá-lo. Após a confecção, o documento demora 6 dias úteis para poder ser retirado.  

Para requerer o visto americano, é preciso acessar o site br.usembassy.gov/pt/visas-pt. 

instagram

ÚLTIMOS POSTS NO INSTAGRAM