Genebra, 28 (AE-AP) - O Tribunal de Apelação da FIA (Federação Internacional de Automobilismo) decidirá na semana que vem o caso envolvendo a desclassificação de David Coulthard do GP Brasil de Fórmula 1. "Provavelmente segunda ou terça-feira o tribunal se manifeste em Paris sobre o recurso interposto pela McLaren-Mercedes", disse hoje o porta-voz da entidade, Francesco Longanesi. Os comissários da corrida de Interlagos eliminaram Coulthard, que terminou a prova em segundo lugar, devido a irregularidades no aerofólio dianteiro. Em medição feira após a corrida, constatou-se que esta parte aerodinâmica do carro estava distante 43 centímetros do solo. Segundo regulamento, a distãncia em relação ao solo deve ser de 50 centímetros, com 5 de tolerância.