Cerca de cem ribeirinhos saquearam produtos alimentícios de 5 das 15 carretas que afundaram em um acidente na foz do Rio Pará, em Abaetetuba (nordeste do Pará) ontem. Segundo o diretor da empresa Silnave, Eduardo Carvalho, a balsa Doca saiu de Belém no início da madrugada com destino a Macapá (AP) sem nenhum problema aparente. ‘‘Temos a impressão que a balsa bateu em um banco de areia na baía do Marajó, já que a maré estava baixa.’’ Ao perceber que entrava água na balsa, o comandante da embarcação desviou o seu curso para a praia mais próxima. Apenas três veículos conseguiram ser salvos. A tripulação e os cinco motoristas, que viajavam no barco puxador da balsa, se salvaram nadando até a praia. Ontem, enquanto mergulhadores tentavam resgatar as carretas, os ribeirinhos estouraram os cadeados das carretas e encheram pequenas embarcações com frangos, pacotes de farinhas, arroz, além de latas de cerveja.