São Paulo, 7 (AE)- A segunda edição do Abia Foodservice, que começa amanhã em São Paulo, espera receber 25 mil visitantes
número mais que 150% superior ao da primeira versão do evento, em 1998, quando a feira registrou 9,5 mil visitas. Também cresce o número de expositores, de 96 para 120 na mesma base de comparação. A abertura oficial da feira, apenas para convidados, acontece hoje à noite com a presença de Helio Mattar, secretário-executivo do Ministério de Desenvolvimento, Indústria e Comércio.
O interesse pelo segmento de alimentação fora do lar (foodservice) reflete o crescimento do faturamento do setor, hoje responsável por quase 22% do PIB da indústria alimentícia no País, estimado em US$ 80 bilhões. Nos últimos sete anos, a receita do segmento cresceu 153% para cerca de US$ 17 bilhões. O País, segundo dados da Abia, ocupa o sétimo lugar no ranking mundial do setor. A projeção da Abia é de que o foodservice cresça entre 10% e 12% neste ano, acima da expansão média do faturamento da indústria de alimentos, prevista entre 4,5% e 7%. Em cinco anos, segundo a entidade, o faturamento no foodservice deve crescer 100% em relação às vendas de 1999.
A feira, segundo Edmundo Klotz, presidente da Abia, vai apontar as últimas tendências de consumo e as principais inovações em logística e tecnologia para o mercado de foodservice. Também serão expostos produtos e equipamentos para o setor e haverá palestras e oficinas para os participantes. Entre as atrações estão o Restaurante Ideal -- show room reservado à montagem de restaurante top de linha -- e a Padaria do Terceiro Milênio, com palestra do boulanger Olivier Anquier sobre comercialização de pães. O segmento de foodservice inclui lanchonetes, bares, restaurantes, cadeias de fast food, empresas de refeição coletiva, padarias e até alimentos semi-prontos.
Amanhã, abertura da feira para o público, a Abia inaugura o site Comunidade Foodservice (www.foodservice.com.br). O investimento no site, que vai apresentar 780 categorias de produtos e serviços, inclusive importados, foi de R$ 5 milhões. "Os empresários do foodservice poderão comprar sem sair de casa. Além disso, os pequenos compradores poderão ter diretamente acesso aos grandes fornecedores, eliminando até três intermediários", disse. Considerando-se toda a cadeia de produtos, de alimentos e bebidas até panelas e decoração de restaurantes, o foodservice movimenta US$ 30 bilhões. A Abia Foodservice 2000 acontece entre 8 e 11 de fevereiro, das 14h às 22h, no Expo Center Norte.