São Paulo, 10 (AE)- As Micro e Pequenas Empresas (MPEs) paulistas registraram aumento médio de 5,6% no faturamento em novembro em relação a outubro, segundo informa a Pecompe, pesquisa mais recente de conjuntura das MPEs de São Paulo realizada pelo Sebrae-SP junto a cerca de 2.200 micro e pequenas empresas. O estudo informa que a indústria apresentou elevação de 12% em seu faturamento, enquanto o comércio registrou aumento de 2,2% e o setor de serviços, elevação de 5,9% em relação a outubro/99. O destaque ficou por conta do aumento do faturamento da indústria de bens não-duráveis (22,7% em relação a outubro/99), refletindo as vendas da indústria para abastecer o comércio no Natal.
Segundo o Sebrae-SP, este dado indica que grande parte do crescimento registrado em novembro teve caráter sazonal.No acumulado de janeiro a novembro de 99, o faturamento médio das MPEs de São Paulo apresenta variação 11,3% inferior ao mesmo período de 1998, resultado direto do fraco desempenho da economia no ano de 1999. A pesquisa do Sebrae-SP ainda aponta que o nível de ocupação de pessoal nas micro e pequenas empresas paulistas em novembro passado apresentou uma ligeira alta, de 1%, em relação a outubro. Nos gastos com salários, a Pecompe apresenta variação positiva de 40,6% em relação a outubro/99, resultado do pagamento da primeira parcela do 13º salário. Na comparação janeiro-novembro/99 com janeiro-novembro/98, a pesquisa verificou redução de 2%. As informações foram divulgadas hoje pelo Sebrae-SP.