Escolas públicas do PR ocupam primeiras posições no Ensino Fundamental

Com nota de 6,4, instituições de 1º a 5º ano do Estado ficam em segundo lugar no ranking nacional; no Ensino Médio, nota cresceu 0,7 ponto e teve o maior avanço entre Unidades da Federação

Mie Francine Chiba - Grupo Folha
Mie Francine Chiba - Grupo Folha

As escolas públicas do Paraná conquistaram bons resultados no Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) em 2019. Com nota de 6,4 nos anos iniciais do Ensino Fundamental, as escolas públicas paranaenses (incluindo as estaduais e municipais) ultrapassaram a meta e ficaram atrás somente de São Paulo (6,5) neste ranking. Nos anos finais (6º ao 9º ano), o Paraná é um dos sete únicos estados a alcançarem a meta estipulada para esta etapa em todo o País, com a nota de 5,1.


Escolas públicas do PR ocupam primeiras posições no Ensino Fundamental
iStock
 


Dentre as escolas estaduais, o Paraná ocupa a primeira posição nos anos iniciais (1º ao 5º), com nota de 6,8, e a terceira nos anos finais (6º ao 9º ano), atrás somente de São Paulo e Goiás, com nota de 5,1. 




O Paraná também foi o Estado que conquistou o maior avanço na nota do Ideb no Ensino Médio em 2019. Nesta etapa, saltou da nota de 3,7, em 2017, para 4,4 no ano passado, ficando em quarto no ranking nacional. Com o desempenho, o Paraná ultrapassou São Paulo, que ficou com nota de 4,3 e era, até 2015, líder do Ensino Médio no País, mas não alcançou a meta de 4,9 estipulada para 2019.


Parte dos resultados do Ideb foi divulgada nesta terça-feira (15) pelo governo Jair Bolsonaro (sem partido). O indicador, principal termômetro da educação brasileira, é calculado a cada dois anos pelo Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais), órgão do MEC (Ministério da Educação).


São levados em conta o desempenho de estudantes em avaliação de matemática e língua portuguesa, chamada Saeb, e as taxas de aprovação escolar. A avaliação federal é feita ao fim de três etapas: anos iniciais (5º ano) e finais (9º ano) do ensino fundamental e ainda o ano final do ensino médio. 


“A educação do Paraná registra um crescimento expressivo. Há anos a educação do Estado vinha andando de lado. Agora o Ideb mostra que a qualidade do ensino melhorou. Isto só foi possível graças a um esforço conjunto, a aplicação de novas tecnologias e principalmente pelo grande trabalho dos profissionais da nossa rede”, comemorou o governador Carlos Massa Ratinho Junior, em nota da assessoria de imprensa.


Segundo a Seed (Secretaria de Estado da Educação e do Esporte), a nota do Ideb cresceu em quase todos os municípios do Estado. Das 399 cidades paranaenses, 359 tiveram alta na nota do Ensino Médio. Destas, 336 atingiram a meta estipulada para esta etapa.


Nos anos finais do Ensino Fundamental, houve alta em 336 municípios, sendo que 140 atingiram a meta. “Isto reflete o bom trabalho dos professores, a redução da evasão e da reprovação dos alunos e o melhor treinamento do profissional da Educação”, declarou o secretário de Estado da Educação, Renato Feder.(Com Folhapress)


Em Londrina, notas de escolas municipais superam média do Estado

As escolas da rede municipal de Londrina conquistaram nota 6,8 na Educação Básica, mantendo a média de 2017, a maior já registrada desde a criação do índice, em 2015. A meta projetada para o município era 6,4. A nota das escolas municipais superam a média do Estado para os anos iniciais do Ensino Fundamental, de 5,7.


A escola com melhor resultado foi a Escola Municipal Melvin Jones, localizada no Jardim Hedy (zona oeste), que atingiu a marca de 8,5. "O resultado conquistado pela rede é motivo de comemoração. Estamos muito contentes com o Ideb no nosso município, especialmente porque conhecemos todas as dificuldades existentes, bem como os problemas enfrentados pelas escolas. Estamos muito satisfeitos com o crescimento de cada unidade, mais até que com o resultado final do Município”, comentou a secretária de Educação,  Maria Tereza Paschoal de Moraes, em nota da assessoria de imprensa. 


Das 87 unidades escolares municipais, 52 aumentaram ou mantiveram seu índice, em comparação ao último resultado do Ideb. A nota da Escola Municipal Francisco Aquino Toledo, do distrito de São Luiz, foi a que mais subiu, saltando de 6,2 em 2017 para 7,2 em 2019.(Reportagem Local)


Boa nota nos anos iniciais deve ser considerada uma grande conquista

A conquista de metas do Ideb pelo Paraná nos primeiros anos de ensino não pode ser desprezada, afirma Patrícia Mota Guedes, gerente de Pesquisa e Desenvolvimento do Itaú Social. Para ela, o fato de o Paraná ter obtido bons resultados no Ensino Fundamental, especialmente nos anos finais (6º ao 9º ano), quando os índices de evasão crescem consideravelmente, deve ser considerado uma grande conquista. Ela destaca que 76,3% dos municípios do Paraná conseguiram atingir a meta nos anos iniciais das redes municipais, quando em todo o Brasil essa proporção costuma ficar abaixo dos 50%.


Nos anos finais, 36% dos municípios do Estado conseguiram alcançar as metas. "Outro ponto que vejo como uma conquista é o sucesso nos anos finais do fundamental. Não é pouca coisa. A gente vê ao longo dos anos a dificuldade de o País avançar de maneira significativa nos anos finais do fundamental, justamente quando se vê um pico nas taxas de reprovação, de abandono, de evasão escolar, que depois se tornam maiores nos anos do Ensino Médio."




Para avançar nos indicadores dos anos seguintes, a gerente aponta para a necessidade de aprofundamento das experiências de sucesso e um esforço maior de coordenação do sistema nacional de educação que ajude a promover o trabalho articulado entre o País, estados e municípios. Ela também alerta para a necessidade de ações mais voltadas aos anos finais do Ensino Fundamental, já que nos últimos anos, o País esteve mais focado nas etapas de alfabetização e Ensino Médio.

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito

Últimas notícias

Continue lendo