Santos, SP, 02 (AE) - O Consórcio Pier Santos S.A. desistiu hoje de construir o primeiro centro integrado de lazer do Estado na plataforma do emissário submarino, em Santos, no litoral paulista. A In Monte, única participante da concorrência aberta pela prefeitura em 1998, iria investir cerca de R$ 60 milhões no empreendimento, com previsão de proporcionar 5 mil novos empregos na cidade. A licitação já havia sido anulada pela Justiça.
A desistência foi anunciada ao prefeito Beto Mansur (PPB) por Luiz Antonio Muller Lameira, diretor executivo do Consórcio Pier Santos S.A., ligado a In Monte Participações. De acordo com Lameira a decisão, em caráter irrevogável, foi debatida com todos os acionistas da empresa, com as lojas âncoras e até com o próprio Pelé, uma vez que no local seria construído o Museu Pelé.
Em 1998, quando o projeto foi apresentado, foi proposta uma ação popular pelo vereador Fausto Figueira de Melo (PT), que denunciou a intenção da prefeitura de ceder área pública para a construção de um shopping-center, a beira-mar, com a possibilidade do projeto avançar na faixa de areia para estacionamento de veículos.