São Paulo, 7 (AE) - Cerca de 1.200 motoristas e cobradores da empresa São José, da zona leste de São Paulo, não estão trabalhando pelo segundo dia consecutivo. Eles reivindicam a demissão de um dos encarregados da empresa. A empresa tem 235 ônibus e a SPTrans já colocou alguns veículos para atender as linhas paradas. Um grupo de sindicalistas está fazendo um piquete na porta da garagem esperando a chegada da diretoria da empresa.