Moscou, 05 (AE-DOW JONES) - A eleição para a escolha do sucessor de Boris Yeltsin à frente da Presidência russa foi marcada para o dia 26 de março.
O Conselho Federativo, a Câmara Alta do Parlamento russo, aprovou nesta quarta-feira (05), por 145 votos a 1, a antecipação da eleição para essa data.
O primeiro-ministro, Vladimir Putin, que assumiu como presidente interino após a inesperada renúncia de Yeltsin, desponta como favorito na campanha presidencial.
"A eleição ajudará na consolidação da sociedade", disse Putin, após encontro com líderes políticos e parlamentares.
Putin disse que foi informado por Yeltsin sobre sua decisão de renunciar ao cargo no dia 19 de dezembro.
Segundo o premier, Yetsin decidiu sair do cargo para permitir que ele (Putin) tivesse mais chances na disputa pela Presidência.
Pegos de surpresa com a renúncia anunciada oficialmente no dia 31 de dezembro, os partidos de oposição discutiam a escolha de um candidato.
O ex-primeiro-ministro Yevgeny Primakov e o líder comunista Gennady Zyuganov ainda não tinham decidido se iriam disputar a Presidência.