Nova York, 01 (AE-DOW JONES) - O dólar sofreu uma queda acentuada frente ao iene e também perdeu terreno em relação ao euro em Nova York. De acordo com traders, a maré virou novamente a favor do iene.
Depois de subir mais de 10 ienes desde o início do ano, o dólar vinha perdendo terreno frente ao iene nas últimas sessões. O dólar sofreu uma de suas piores quedas num único dia, caindo mais de 3,00 ienes em cerca de 18 horas.
Durante a trajetória de queda, ocorreram vendas "stop-loss" e a moeda norte-americana chegou a recuar até os 106,62 ienes. Para alguns analistas, o comportamento de hoje é um sinal de que a tendência do dólar agora é negativa.
"O mais prudente a fazer agora é contar com uma alta do iene", disse o estrategista-chefe de moedas da Mellon Financial Corp. em Pittsburgh, Marc Chandler. Segundo operadores, as ordens de vendas de dólar por ienes foram desencadeadas por fundos hedge norte-americanos na sessão asiática.
Alguns traders creditaram esse impulso de compra de ienes à elevação do índice Nikkei 225, que nesta quarta-feira fechou acima do nível psicológico dos 20.000 pontos. O iene ainda foi estimulado pela repatriação de recursos por parte de empresas japonesas, diante do final do ano fiscal em 31 de março.
A alta dos preços das ações no Japão pode estimular o sentimento dos investidores com relação aos ativos japoneses e, portanto, o iene. Contudo, o fator fundamental a ser observados nas próximas semanas é o volume de repatriação de capital japonês, disseram os operadores, acrescentando que esse fluxo deverá ser crescente até a metade de março, o que irá estimular a demanda por iene.
No fim da tarde em Nova York, o iene estava sendo negociado a 107,17 por dólar, 110,18 por dólar ontem; o euro era negociado a US$ 0,9739, de US$ 0,9653 ontem.