A Polícia Civil do Paraná cumpre quatro mandados de busca e apreensão na sétima fase da operação Luz na Infância, deflagrada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública em dez estados do Brasil e em outros quatro países.

De acordo com a assessoria da Polícia Civil do Estado, duas pessoas foram presas em flagrante em Cambé (Norte do Paraná) e outros dois mandados são cumpridos nas cidades de Ponta Grossa (Campos Gerais) e Toledo (Oeste).

A operação é realizada de forma integrada com forças de segurança dos Estados Unidos, Argentina, Panamá e Paraguai e busca identificar autores de crimes de abuso e exploração sexual contra crianças e adolescentes praticados na internet.

Segundo o Ministério da Justiça, 137 mandados de busca e apreensão estão sendo cumpridos nos estados de Alagoas, Ceará, Goiás, Mato Grosso, Pará, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo, além dos demais países.

Os detalhes serão apresentados em entrevista coletiva no final da manhã, no Palácio da Justiça, em Brasília. A pena para quem armazena esse tipo de conteúdo varia de um a quatro anos de prisão, de três a seis anos pelo compartilhamento e de quatro a oito anos de prisão pela produção de conteúdo relacionado aos crimes de exploração sexual.

(Com informações da Polícia Civil do Paraná e do Ministério da Justiça)