Diplomata volta a Cuba depois se refugiar em embaixada no Canadá2/Mar, 23:14 Havana, 02 (AE-AP) - Um diplomata cubano que se escondeu na embaixada de seu país no Canadá depois de ser expulso dos Estados Unidos devido a suspeitas de espionagem foi recebido como herói ao chegar a Cuba depois de cinco dias de incerteza. O presidente cubano Fidel Castro, trajando seu tradicional uniforme verde-oliva, abraçou José Imperatori quando ele pisou na pista do aeroporto no fim da tarde desta quinta-feira (02). O ministro de Relações Exteriores Felipe Perez Roque e Ricardo Alarcón também estavam entre as autoridades do alto-escalão do governo que aguardavam o diplomata