Rio, 23 (AE) - O desemprego em fevereiro, nas seis maiores regiões metropolitanas do País, ficou em 8,2%, informou há pouco o IBGE. O índice é superior ao de janeiro (7,6%) e de fevereiro de 99 (7,5%). Segundo o IBGE, a Pesquisa Mensal de Emprego (PME) mostrou crescimento de 0,5% no número de pessoas ocupadas. No mesmo período, a População Economicamente Ativa (PEA) cresceu 1,1%. A PEA, nas seis maiores regiões metropolitanas, chegou a 18,1 milhões de pessoas nestes locais, dos quais 16,6 milhões estavam empregadas.
A População Não-Economicamente Ativa - isto é, pessoas com idade para trabalhar mas que não estão empregadas nem procuram colocação - chegou a 13,2 milhões. Na divisão por setor de atividade, o maior índice de desemprego é na construção civil (9,4%), seguido da indústria do comércio (8,9%), da indústria de transformação (8,2%) e dos serviços (6,6%). A PME também mostrou que o re ndimento médio real das pessoas ocupadas caiu 7,2% de dezembro para janeiro. Segundo o IBGE, a queda é tradicional no início do ano.