Brasília, 07 (AE) - O deputado Agnelo Queiroz (PC do B/DF) encaminhou hoje uma representação ao procurador-geral da República, Geraldo Brindeiro, pedindo a abertura de um inquérito para apurar os responsáveis pelos prejuízos decorrentes das enchentes, principalmente em Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro. Para o deputado, o governo federal foi negligente. Ele afirma que as enchentes eram previsíveis e as calamidades não são resultantes apenas de condições climáticas excepcionais, mas da negligência dos governantes.
Queiroz lembra que o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), do Ministério da Agricultura, alertou no ano passado sobre as possíveis consequências do fenômeno "La Niña", entre elas a possibilidade de enchentes noSudeste. O deputado argumenta que as consequências danosas do fenônemo poderiam ter sido evitadas se os recursos previstos para a prevenção de enchentes - R$ 155,9 milhões - tivessem sido liberados. Apenas R$ 11,5 milhões foram efetivamente desembolsados.
Queiroz acrescenta que o governo federal não teve pudor de gastar US$ 43 bilhões para "salvar banqueiros falidos", mas deixou de tomar providências que poderiam salvar vidas e propriedades.