Assine e navegue sem anúncios [+]

Decreto municipal proíbe churrascos e festas ao longo do "feriadão"


Vitor Struck - Grupo Folha
Vitor Struck - Grupo Folha

Para coibir aglomerações e festas durante o "feriadão" de Corpus Christi, o prefeito Marcelo Belinati (PP) publicou um novo decreto na noite desta quarta-feira (2) estabelecendo regras mais específicas que visam combater a transmissão da Covid-19. O decreto permanece em vigor até o final da noite deste domingo. 

 


O documento proíbe a realização de "encontros familiares, festas, churrascos, comemorações e quaisquer outras atividades familiares com mais de dez pessoas, ainda que em unidades privadas", diz. 

 

Decreto municipal proíbe churrascos e festas ao longo do "feriadão"
iStock
 


A responsabilização será do proprietário do imóvel em que aglomeração for constatada, mas poderá ser compartilhada. Para endurecer a medida, uma multa no valor de R$ 10 mil foi estabelecida em caso de descumprimento das regras, mas podendo ser cobrada em dobro em caso de reincidência. 

"Estamos vivendo o pior momento da pandemia. Precisamos da colaboração de todos. Pensando nisso, editei um decreto que proíbe a realização de festas, churrascos. Também estão proibidas em chácaras, clubes e a multa é para o organizador do evento, para o dono do local se for alugado e, em caso de prédios, também para o condomínio. Precisamos da ajuda de todos. Que cada um proteja sua própria vida e de quem a gente ama", disse o prefeito Marcelo Belinati.    

Paralelamente, segue em vigor o decreto estadual que estabelece o toque de recolher entre 20h e 5h do dia seguinte. De autoria do governador Ratinho Junior (PSD), o documento também proibiu a venda de bebidas alcoólicas no período entre 22h e 5h. 

BOLETIM

 

Decreto municipal proíbe churrascos e festas ao longo do "feriadão"
 


Londrina registrou mais 11 mortes por Covid-19 no boletim desta quarta-feira (2). O acumulado de óbitos desde o início da pandemia é de 1.489. O informe registra ainda 264 novos casos. São 58.197 casos ao todo na cidade. O documento traz dados consolidados até as 17h12.


Os óbitos referem-se a cinco pacientes homens aos 34, 51, 52, 63 e 78 anos, e seis pacientes mulheres aos 65, 81, 83, 86, 87 e 93 anos. As mortes foram registradas entre os dias 28 de maio e 2 de junho. Conforme a Saúde, todos pacientes tinham comorbidades.


O município monitora 744 casos ativos da doença. Deste total, 455 estão em isolamento domiciliar. Outros 289 estão internados, sendo 132 em leitos de enfermarias e 157 em UTIs (Unidades de Terapia Intensiva).


Nesta quarta, a taxa de ocupação das UTIs adultas em Londrina chegava a 94% das 339 vagas disponíveis e 62% das 71 vagas em UTIs infantis. Ao analisar os leitos exclusivos para a Covid-19, a taxa de ocupação de UTI adulta (146 leitos) era de 99% e as infantis (14 leitos), 14%. As enfermarias específicas para coronavírus (196) estão com taxa de ocupação de 93%.


londrina já registrou 58.197 casos positivos, dos quais 55.964 pacientes já estão curados, sendo 117 novos. Aguardam o resultado dos exames 100 casos suspeitos. Outros 118.421 foram descartados, mediante resultado negativo para Covid-19. Até esta quarta foram realizados 176.718 testes padrão-ouro.

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito
Assine e navegue sem anúncios [+]

Últimas notícias

Continue lendo