Melbourne, 29 (AE) - Hostilizada pela torcida, que entre outras provocações insistia em aplaudir seus erros, e diante de uma adversária muito forte, a tenista suíça Martina Hingis viu terminar seu reinado de três anos do Aberto da Austrália. Na final deste sábado, em Melbourne Park, perdeu o título para a norte-americana Lindsay Davenport por 6/1 e 7/5, mas prometeu voltar.
"Não se preocupem", avisou Hingis à torcida na cerimônia de entrega de troféus. "Estarei de volta no ano que vém." Ainda com apenas 19 anos, Hingis revelou que ainda tem muito tempo para concretizar seus sonhos, como o de vencer os quatro troféus do Grand Slam num mesmo ano.
Com inteligência nas declarações, lembrou que há três anos foi muito festejada pela torcida quando conquistou seu primeiro título e afirmou que a quadra central do Flinders Park - este ano batizada de Rod Laver Arena - parecia sera sala de estar de sua casa de tão bem que se sentia.
Após três anos de vitórias, Martina Hingis não teve chances diante de uma adversária 19 centímetros mais alta, 20 quilos mais pesada, que bate com muita violência na bola e saca com uma média de 20 quilômetros mais rápido.
Mesmo assim, a tenista suíça, ainda a número 1 do mundo, pôde revelar sua marca registrada - o sorriso largo - no segundo set da partida, quando mostrou condições de reagir. Davenport sacava para o jogo com 5 a 1, perdeu-se em erros, permitindo o empate por 5 a 5. Mas no final prevaleceu a força de seu jogo.
"Pelo resultado de dois sets, o jogo pareceu fácil", disse a tenista norte-americana. "Foi um destes dias em que tudo deu certo e só eu sei como joguei bem." Animada com o título do Aberto da Austrália, Davenport disse que agora seu objetivo é buscar o troféu de Roland Garros, o único que ainda não conquistou. Já ganhou Wimbledon, no ano passado, e o US Open em 1998.
"Jogar por um título de Grand Slam, sempre aumenta a motivação", disse Davenport, que em sua campanha na Austrália não chegou a perder um set sequer na competição e viu aumentar ainda mais o seu incrível retrospecto diante de Hingis: venceu os últimos quatro jogos, sem perder um set.