INTERIORIZAÇÃO DA DOENÇA -

Covid-19 atinge mais da metade dos municípios paranaenses

Em Londrina, Secretaria de Saúde confirmou a 19ª morte por coronavírus

Vitor Ogawa - Grupo Folha
Vitor Ogawa - Grupo Folha

Mais da metade dos municípios do Paraná tem casos de Covid-19 confirmados. Das 399 cidades, a doença já atingiu 201. A informação está no boletim epidemiológico divulgado nesta quinta-feira (21) pela Sesa (Secretaria de Estado da Saúde). Curitiba ainda é a cidade com o maior número de casos no Estado, com 711 ocorrências, mas a interiorização da doença avança cada vez mais. Londrina está com 197 casos confirmados e 19 óbitos. A 19ª morte confirmada em Londrina, que ocorreu nesta quinta, foi de um homem de 78 anos que estava internado em hospital público da cidade desde 17 de maio. 


Paraná mantém programa de enfrentamento 
ao coronavírus em pequenos municípios
Paraná mantém programa de enfrentamento ao coronavírus em pequenos municípios | Fundação Araucária/AEN
 


Segundo o boletim, o Paraná possui hoje 2.810 casos registrados e 141 óbitos provocados pela doença (5%). Das 141 mortes, 115 (88,5%) foram de pacientes que possuíam comorbidades. Há ainda 834 casos em investigação laboratorial com pacientes de 112 municípios diferentes, dos quais 107 residem no Paraná e cinco são de outras unidades federativas. 




Covid-19 atinge mais da metade dos municípios paranaenses
Folha Arte
 


Os quatro pacientes que faleceram e estão no informe desta quinta-feira (21) são dois homens e duas mulheres. Uma moradora de Luiziana, de 62 anos, faleceu no dia 18, a outra mulher, residia em Fazenda Rio Grande, tinha 85 anos e morreu dia 21. Um homem de 89 anos, residia em Curitiba e morreu no dia 18 e o outro era morador de Pinhais, de 76 anos, morreu no dia 20.


Chama a atenção que Londrina registrou 34 novos casos em 24 horas, número próximo ao de Curitiba, que teve 35 novos casos confirmados desde o último boletim. Para comparar, nesse mesmo período Maringá teve cinco ocorrências.  


A média de idade dos casos confirmados é de 43,9 anos e a média de idade dos óbitos é de 68 anos. Dos casos confirmados 1439 são mulheres (51%). Dos óbitos 46 são mulheres (33%) e 95 homens (67%). 


O prefeito de Cornélio Procópio, Amin Hannouche (PSD), confirmou por meio de transmissão pelo Facebook a primeira morte do município por Covid-19. A vítima é uma mulher de 47 anos. "Era uma pessoa jovem ainda. A gente anuncia isso com bastante tristeza, ainda que a gente não conheça a senhora ou seus familiares, mas é um ser humano que perdeu a vida”, destacou. 


A paciente chegou a ter alta da Santa Casa de Londrina, mas acabou morrendo na madrugada desta quinta-feira na Santa Casa de Cornélio Procópio. Hannouche garantiu que a vítima não participou de uma festa em que houve contaminação comunitária no município e pediu para que a população permaneça em casa e, se tiver de sair, que siga as recomendações das autoridades de saúde. Cornélio está com 23 casos confirmados, dois curados, 91 em investigação e 394 em monitoramento. 


INTERNADOS 


Cento e oitenta e oito pessoas que têm diagnóstico positivo para o novo coronavírus estão internadas. São pacientes que usam leitos na rede privada e também do SUS (Sistema Único da Saúde). Entre elas, 107 estão em enfermaria (56,9%) -72 no SUS e 35 na rede particular - e 81 em UTI (43,1%) - 50 SUS e 31 na rede particular. Foram registrados 1.680 casos de pacientes recuperados da doença (59,8%). As informações desses pacientes são coletadas do Sistema Estadual de Regulação Care-PR e das Secretarias Municipais de Saúde, sendo consolidadas na planilha de monitoramento da Diretoria de Gestão em Saúde da Sesa. 


Do total de 1.748 leitos SUS exclusivos Covid-19, para pacientes suspeitos ou confirmados, 347 estão ocupados por pacientes que aguardam o resultado de exames (além dos 122 pacientes internados citados acima que utilizam leitos SUS). 


IGREJAS 


Nesta sexta-feira, o Centro de Operações em Emergências criou normas rígidas para o funcionamento das atividades em templos e igrejas. As entidades religiosas precisam seguir um protocolo com 34 artigos, com normativas que poderão ser revistas a qualquer momento. Os critérios adotados são objetivos, técnicos e científicos e levam em consideração a transmissão comunitária, a situação epidemiológica do coronavírus e a possibilidade de saturação do sistema hospitalar no Paraná. 


BRASIL


O Brasil bateu recorde e registrou 1.188 novas mortes por coronavírus nas últimas 24 horas, segundo dados do Ministério da Saúde. O recorde anterior era de 1.179, na terça-feira (19). No dia seguinte, foram 888 óbitos. 


Com 20.047 mortes no total e 310.087 casos confirmados, o Brasil continua sendo o terceiro com mais casos no mundo. Na segunda (18), o País ultrapassou o Reino Unido, que tinha 244.995 casos naquela data e hoje tem 252.234 casos – um incremento de 7.239. Já o Brasil teve um aumento de mais de 37 mil casos no mesmo período. 




Os dois países à frente do Brasil em número de casos são EUA (cerca de 1,5 milhão) e Rússia (317 mil), segundo a Universidade Johns Hopkins, dos EUA, que monitora dados da pandemia de Covid-19.  

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito

Continue lendo


Últimas notícias