São Paulo, 20 (AE) - O governador Mário Covas (PSDB) admitiu hoje que o decreto assinado por ele no final de dezembro, permitindo ao Estado de São Paulo sobretaxar as empresas que possuem benefícios fiscais em outros Estados, pode prejudicar alguns setores e resultar em aumento de preços. Mas alegou que "as coisas tem que ser colocadas em uma balança". Segundo ele, não é justo prejudicar empresas de São Paulo em benefício de uma outra que "está cometendo safadeza" em outro Estado.