Correção - Doria: SP está tomando medidas para evitar que óleo chegue às praias


Agência Estado
Agência Estado

A nota enviada anteriormente continha uma incorreção no primeiro parágrafo. Luiz Ricardo Santoro é secretário executivo de Infraestrutura e Meio Ambiente de São Paulo, e não o secretário de Infraestrutura e Meio Ambiente do Estado. Além disso, os estudos oceanográficos citados são do governo federal. Segue o texto corrigido.

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou que o Estado está tomando medidas para evitar que as manchas de óleo cheguem às praias paulistas. Segundo o secretário executivo de Infraestrutura e Meio Ambiente, Luiz Ricardo Santoro, estudos oceanográficos do governo federal indicam que é baixa a probabilidade das manchas chegarem a São Paulo, mas disse que na próxima semana o governo deve intensificar o treinamento de servidores municipais, que já ocorre de forma frequente, para saber como proceder em acidentes ambientais desse tipo. Caso apareça alguma mancha, Santoro disse que as medidas serão tomadas caso a caso.



Doria também disse que o governo vai seguir com a licitação para a gestão compartilhada de presídios. O vice-governador, Rodrigo Garcia, explicou que o Tribunal de Contas do Estado (TCE) fez apenas recomendações ao projeto. E Doria acrescentou que o projeto de Parceria Público-Privada vai seguir as recomendações do órgão.

O governador de São Paulo ainda esclareceu que a reunião com o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, em Brasília, no período da tarde é para tratar do Programa de Desestatização de São Paulo, nas áreas ferroviária, metroviária e na hidrovia Tietê-Paraná e também nos aeroportos regionais.

Tudo sobre:


Continue lendo


Últimas notícias