Ambon, 03 (AE-AP) - A mais recente rodada de violência entre cristãos e muçulmanos nas Ilhas Spice, Indonésia, deixou 18 pessoas mortas nesta segunda-feira (03). Os militares confiscaram milhares de armas durante uma ampla operação de buscas na cidade portuária da Ambon.
A agência de notícias oficial Antara informou que três das vítimas, espancadas até a morte por atacantes desconhecidos, estavam entre os milhares de refugiados buscando abrigo em Ternate, a cerca de 2.600 quilômetros de Jacarta, devido à violência na ilha Halmahera, onde cerca de 400 pessoas morreram na semana passada.
Quinze outras pessoas foram assassinadas em incidentes separados em Halmahera, na província nortista de Maluku, informou um oficial militar local que pediu para não ter a identidade revelada.
O chefe militar da capital da província de Maluku, Ambon, tenente-coronel Arif Mardiyanto, disse à Associated Press que quatro pessoas foram presas na cidade depois de serem flagradas com armas automáticas.
Ambon estava calma porém tensa nesta segunda-feira enquanto soldados, policiais e marinheiros conduziam as buscas. Soldados apoiados por veículos de transporte blindados mantinham guarda. "As buscas militares serão feitas primeiro em Ambon. Depois iremos para outras ilhas", disse Mardiyanto.
Segundo ele, a maioria das armas confiscadas era de fabricação caseira, inclusive adagas, bombas e arcos e flechas.