Confira onde buscar atendimento em caso de suspeita de covid-19


Vitor Struck - Grupo Folha
Vitor Struck - Grupo Folha

Enquanto o Ministério da Saúde confirma 2.201 casos da doença e 46 mortes em todo o País, a Prefeitura de Londrina divulgou novidades sobre a contratação de profissionais e o manejo dos pacientes nos próximos meses na cidade. Ao todo, quase 500 profissionais da área da saúde devem ser contratados, anunciou o prefeito Marcelo Belinati em uma transmissão ao vivo no início da noite desta terça-feira (24).   


Confira onde buscar atendimento em caso de suspeita de covid-19
 


A partir desta quarta-feira (25), pacientes com problemas respiratórios de qualquer natureza devem procurar o atendimento em seis unidades básicas de saúde: Parque Guanabara (centro), Jardim Bandeirantes (zona oeste), Jardim Ouro Branco (zona sul), Chefe Newton e Conjunto Maria Cecília (zona norte) e Vila Ricardo (zona leste).  




Além disso, a Unidade de Pronto Atendimento do Jardim Sabará, onde um centro de triagem foi instalado, passa a ser o ponto de referência para o atendimento de casos graves suspeitos de covid-19. Já o Hospital Universitário, a Iscal (Irmandade Santa Casa) e Hospital Evangélico serão utilizados como unidades de apoio.  


“O Centro de Triagem já está sendo montado, já fornecemos todos os EPIs (Equipamentos de Proteção Individual), bem como para as outras seis UBS. Logo já será publicado o edital de contratação destes profissionais”, afirmou o prefeito Marcelo Belinati.  




A oportunidade também serviu para reforçar que o atendimento aos pacientes com suspeita de dengue segue sendo o prédio do Centro de Convivência da Pessoa Idosa, na zona norte de Londrina, e a Unidade Básica de Saúde da Vila Casoni (região central). 

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito

Últimas notícias

Continue lendo