Moscou, 08 (AE-AP) - Autoridades eleitorais russas registraram hoje (08) o primeiro candidato para as eleições presidenciais do mês que vem, dando luz verde ao líder do Partido Comunista, Gannady Zyuganov.
Pequisas recentes mostram Zyuganov bem atrás nas preferências do presidente em exercício Vladimir Putin para a votação de 26 de março, apesar de ser esperado que ele venha a superar os demais candidatos. Zyuganov terminou em segundo nas eleições presidenciais de 1996, perdendo para Boris Yeltsin no segundo-turno.
Zyuganov tem uma sólida base de apoio de cerca de 25% da população, em sua maioria aposentados, segundo as pesquisas. Putin, que assumiu depois da inesperada renúncia de Yeltsin em 31 de dezembro, tem um índice de aprovação acima dos 50%.
O líder comunista considerou hoje que a campanha não será justa, porque enquanto alguns candidatos têm fácil acesso à mídia outros têm o acesso negado - um referência indireta aos canais de televisão controlados pelo governo, que tendem a dar a Putin ampla cobertura favorável.
Ele também advertiu que os resultados eleitorais poderiam ser falsificados, e repetiu denúncias de que os números finais das eleições parlamentares de dezembro foram fraudados em seis regiões do país.
"As autoridades atuais não são capazes de promover eleições honestamente", disse Zyuganov, segundo a agência de notícias Interfax.
Vinte e nove pessoas já anunciaram sua intenção de concorrer. Entre os candidatos mais destacados estão Grigory Yavlinsky, líder do partido liberal Yabloko, e o ultranacionalista Valdimir Zhirinovsky, mas nenhum deles deve apresentar um desafio maior a Putin ou Zyuganov.