Seul, 02 (AE-AP) - Os computadores apresentaram alguns problemas que ocasionaram o corte dos serviços de calefação e água quente em um conjunto de apartamentos e fizeram com que um hospital registrasse um recém nascido com 100 anos de idade, disseram neste domingo (02) autoridades sul-coreanas.
A Coréia do Sul informou, no entanto, que não encontrou vírus em seus sistemas telefônico e de defesa nem em suas instalações de energia atômica.
Cerca de 900 departamentos de Pyongchon, ao sul da capital Seul, ficaram sem calefação durante várias horas ontem. Os técnicos solucionaram o problema mudando o sistema para o controle manual.
Na cidade vizinha de Ansan, informou-se que o sistema computarizado de um hospital registrou a data de nascimento de um bebê, como 1º de janeiro de 1900, em vez de 2000.