Brasília, 01 (AE) - Numa rápida sessão, a Comissão Especial da Reforma Tributária encerrou hoje à tarde os trabalhos, com a votação do substitutivo do deputado Mussa Demes (PFL-PI), deixando para o plenário da Câmara o exame da minuta da emenda aglutinativa que vinha sendo negociada pelo presidente da comissão, deputado Germano Rigotto (PMDB-RS), e outros integrantes, com Estados e governo federal. O encerramento dos trabalhos da comissão foi possível porque foi feito um acordo para que fossem retirados 30 destaques que ainda restavam para ser votados. O texto aprovado na comissão será encaminhado ao presidente da Câmara, Michel Temer (PMDB-SP), acompanhado da minuta da emenda aglutinativa. Esse texto servirá de base para uma nova rodada de negociações com o governo federal, que ainda tem objeções à última versão negociada pela comissão. A partir de agora, no entanto, o presidente da Câmara deverá conduzir o processo de negociação.