São Paulo, 16 (AE) - Duas das principais fabricantes de refrigerantes do País, Coca-Cola e Antarctica, estão veiculando campanhas publicitárias, mostrando aos consumidores seus novos slogans. O Brasil é o primeiro País a lançar a nova estratégia de marketing da Coca-Cola, que passa a assinar suas peças publicitárias com o slogan "Curta Coca-Cola". Disposta a crescer em torno de 7% no mercado de refrigerantes - muito sensível a preço nos últimos anos -, a empresa pretende fazer investimentos de R$ 100 milhões. A Antarctica, por sua vez, está apostando no slogan "Tudo pede Guaraná Antarctica". FHC recebe presidente da Telefónica da Espanha
São Paulo, 16 (AE) - O presidente Fernando Henrique Cardoso receberá amanhã o presidente da Telefónica da Espanha, Juan Villalonga, cinco dias após o surpreendente anúncio da operação de reestruturação, que incluiu uma oferta pública para a troca das ações das operadoras controladas pela Telefónica na América Latina por papéis da companhia controladora. O encontro será às 17 horas no Palácio do Planalto, em Brasília, e é recebido com grande expectativa por todo mercado financeiro que registrou na Bolsa de Valores de São Paulo, um dia após o anúncio, aumentos recordes nas ações da Telesp. CUT vai reclamar da Usiminas a Itamar
São Paulo, 16 (AE) - A Central Única dos Trabalhadores (CUT) anunciou que os diretores Antônio Carlos Spis e José Maria de Almeida deverão ter audiência na terça-feira com o governador Itamar Franco, para denunciar pressão da Usiminas sobre os empregados da empresa. A CUT divulgou nota informando que a siderúrgica estaria exigindo que os empregados se desfiliem do Sindicato dos Metalúrgicos de Ipatinga, sob pena de demissão. A Usiminas informou que não foi adotada nenhuma iniciativa neste sentido, sendo o desligamento dos funcionários do sindicato uma decisão espontânea.