Washington, 7 (AE-AP) - O presidente Bill Clinton anunciou um plano de US$ 91 milhões contra o terrorismo cibernético.
No Congresso, membros da maioria opositora manifestaram dúvidas sobre o plano e destacaram que ele não dispõe de proteção suficiente para os sistemas federais.
O plano é uma ampliação das medidas de "proteção informática" adotadas pelo poder Executivo norte-americano no ano passado.