Pouso Alegre, 07 (AE) - Dez pessoas morreram em consequência das chuvas que atingiram Minas Gerais na primeira semana do ano. Foram nove mortes no Sul do Estado - quatro em Itajubá e as outras cinco na região, além de uma em Betim, região metropolitana de Belo Horizonte, onde uma menina morreu soterrada no dia 1º.
Ao todo, 51 cidades da região Sul foram afetadas pelas chuvas. Pelo menos 60 mil casas foram danificadas. No pior dia da enchente, 81,5 mil pessoas estavam desabrigadas. Hoje eram 65 mil pessoas desalojadas. Dez municípios estão em estado de calamidade pública e 11 em situação de emergência, segundo a Defesa Civil estadual.
A Defesa Civil começou hoje a distribuição de cestas básicas para os municípios atingidos e a orientação sobre a volta para casa depois da enchente. Os coordenadores do órgão fizeram nesta quinta-feira uma reunião com representantes das cidades sobre como fazer a limpeza, a desinfecção e a medicação da população.
Itamar - O governador Itamar Franco (sem partido) havia prometido anunciar medidas de auxílio hoje à tarde, mas cancelou a entrevista coletiva. De acordo com a Assessoria de Comunicação do governo, ainda não havia nenhuma novidade a ser anunciada. Itamar passou o dia visitando cidades atingidas e em reuniões com técnicos de diferentes órgãos do governo.
Amanhã (07) pela manhã ele volta à capital do Estado, depois de ter passado três dias em Pouso Alegre, para onde a sede do governo foi transferida por meio de decreto. Na segunda-feira, o vice, Newton Cardoso (PMDB) assumirá a coordenação dos trabalhos de recuperação em Varginha.